Barbarizando o Sistema | Por Barbara Winstanley

Barbara e sua família | Imagens: arquivo pessoal.

Meu nome é Barbara, tenho 26 anos, sou mãe da Isabella (8), da Giovanna (5), e da Valentina (1). E essa é a minha história:

Abril de 2006: 

Aos 17 anos e 3 anos de namoro, descobri que estava grávida pela primeira vez. Foi um susto muito grande pra mim, afinal estava no último ano do ensino médio, e meu marido (que na época era namorado) no último ano da faculdade. Ele aceitou muito bem, mas eu confesso que no começo, entrei em desespero, e achei que tudo estivesse perdido. Mas com o tempo, fui me acostumando bem com a ideia, afinal, já pretendíamos nos casar, íamos ficar noivos neste mesmo ano, então decidimos ir morar juntos, dando início à nossa família. 

E Se Os Homens Ficassem Grávidos?

Imagem daqui

O que aconteceria se os homens pudessem ficar grávidos? Como eles lidariam com as alegrias e desconfortos da gestação? Nos vídeos e imagens a seguir, veja emocionantes e engraçadas experiências de "pais grávidos".
Espero que gostem!

Encontro de Gestantes e Acompanhantes com Adele Doula - Agenda de Junho


Clique para ampliar

Vídeo do Nascimento de Maria Eduarda em um Parto Domiciliar Planejado


Tive o privilégio de acompanhar o nascimento da Duda em um lindo parto domiciliar planejado com a equipe Nascentia. Eu pensava que, por ser o terceiro parto normal de Karen, ele seria muito rápido, porém o parto foi muito diferente do que eu imaginava: foi loooongo e ocorreu em duas "etapas" (foi um parto à prestação! rsrs). Karen passou o dia 14/04 inteiro com contrações ritmadas, porém suportáveis, que pararam completamente durante a noite. Ela já tinha 5 cm de dilatação quando tudo parou! Então a equipe foi para casa e voltou quando as contrações voltaram: no final do dia seguinte. Duda nasceu na manhã do dia 16/04/2015, após uma noite toda de contrações intensas. Nasceu com 700g a mais do que apontava o último ultrassom, pesando 4,150 Kg.

No momento do nascimento, ocorreu uma distócia de ombro que foi resolvida com manobras por parte da equipe (e minha câmera ficou sem bateria justamente nessa hora!). A bebê nasceu hipotônica e foi reanimada durante 1 min, ainda conectada ao cordão umbilical. No quinto minuto de vida, já estava respirando normalmente e recebeu ainda um pouco de oxigênio durante os primeiros 15 min de vida (o que explica a cara de preocupaçao da mãe logo após o nascimento). Seu APGAR foi 3 e 10. No décimo minuto de vida, ela já estava totalmente recuperada e com uma linda cor rosa choque!

Duda nasceu na cama em que foi concebida, sob os olhares amorosos de seu pai, Matheus, de suas irmãs, Camila e Bia, e de sua sobrinha, Ana Alícia. Ela mamou na primeira hora de vida e não saiu de perto de sua mãe em nenhum momento.
Espero que gostem do vídeo! 
(Filmagem e edição by me)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ATENÇÃO!

ATENÇÃO!